Práticas Pedagógicas: a interdisciplinaridade na educação.

Artigos Para Educação

A interdisciplinaridade é um paradigma importante para se pensar os processos sociais no século XXI; no contexto atual, ela permite ao professor explorar diversas áreas, por meio de diferentes transformações que vêm ocorrendo em diversos setores, em especial na área educacional. Como uma perspectiva pedagógica, a interdisciplinaridade promove o diálogo entre os saberes e entre as diversas áreas do conhecimento, facilitando a interação entre os conteúdos estudados, que fazem parte da vivência dos alunos dentro e fora da sala de aula.

A interdisciplinaridade, como prática de ensino, nos possibilita contextualizar ao aluno, professor, família e comunidade escolar quais conteúdos são fundamentais para o desenvolvimento intelectual, social e cultural da humanidade. Paulo Freire (2001, p 135) nos ensina que “a interdisciplinaridade é um processo metodológico de construção do conhecimento pelo sujeito com base em sua relação com o contexto, e com a realidade, com sua cultura”. Assim a interdisciplinaridade deve ser pensada como um processo contínuo e inacabado de construção do conhecimento, permitindo que os professores trabalhem assuntos reais; e que os alunos possam discutir, analisar, questionar e verificar a veracidade dos fatos. Ela ainda nos possibilita desenvolver a curiosidade e a realidade com os conteúdos, superando as limitações fragmentadas no processo de ensino e aprendizagem.   

Para que a interdisciplinaridade aconteça de forma significativa na educação básica, é necessário que os professores estejam abertos a uma nova postura para o conhecimento; assim como para as inovações na sua prática educativa diária.  Devemos pensar em atividades de diferentes formatos como vídeos, áudios, imagens e textos, sempre utilizando novas formas de comunicação, e de linguagem para uma interação mais crítica e resignificadora. Entender a intencionalidade interdisciplinar como proposta para aperfeiçoar a prática educativa, exige que rompemos modelos tradicionais de ensino, contemplando novas habilidades e novas metodologias desafiadoras.

 As aulas remotas, redesenharam a relação professor, saber e estudantes. Se antes a mediação educacional, por meio digital era reservada a alguns poucos espaços, com a pandemia e necessidade do isolamento social, essa realidade mudou. A tecnologia digital possibilitada por meio de aparelhos como computador, smartphones, tablets e etc. veio para ficar. Por isso é preciso pensar a interdisciplinaridade também nessas práticas, valorizando o protagonismo dos estudantes, explorando a criatividade no uso das tecnologias digitais e também na formação dos professores mediadores, para que eles estejam focados na aprendizagem dessas metodologias ativas, garantido assim o direito à aprendizagem interdisciplinar para todos estudantes. 

Lenildes Almeida é Pedagoga e Pós-Graduada em Educação Interdisciplinar …

Referências:

FREIRE, Paulo. Pedagogia da Autonomia: Saberes Necessário à Prática Educativa. Editora Paz e
terra, 25ª Edição – São Paulo – 1996

2 thoughts on “Práticas Pedagógicas: a interdisciplinaridade na educação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mande-nos um Whats